sábado, 30 de outubro de 2010

Motocross: Superliga Brasil de Motocross em destaque na Rede TV!.

_ Principais momentos da prova de Canelinha (SC) podem ser assistidos neste domingo (31).

clip_image001

Programa especial da penúltima etapa da temporada pode ser conferido na Rede TV!.

-Todos os detalhes da sexta e penúltima etapa da Superliga Brasil de Motocross, realizada em Canelinha (SC), podem ser conferidos em um programa especial de 30 minutos que a Rede TV! exibe neste domingo (31), às 14h45.
- O telespectador acompanhará um resumo das categorias 65cc, CRF-230, MX3 e MX4 e MXJr. Já as baterias MX1 e MX2, terão transmissão de um compacto de cada uma, com entrevistas dos principais pilotos. O grande destaque do evento foi o título antecipado de Swian Zanoni na MX2. O mineiro de Nova Friburgo (RJ) não venceu a etapa, porém garantiu o campeonato ao chegar na quarta colocação.
- A última e decisiva etapa da Superliga Brasil de Motocross está marcada para Poços de Caldas, no sul de Minas Gerais, nos dias 20 e 21 de novembro.
- Programação cobertura TV:
31/10 (domingo) – Programa especial Superliga Brasil de Motocross (Rede TV!) – 14h45
- A Superliga Brasil de Motocross tem patrocínio da Honda, Mobil e Aymoré Financiamentos e co-patrocínio da Pirelli e do Consórcio Nacional Honda.

Fonte: MotoX.com.br - Foto: Maurício Arruda.

Lançamento: Yamaha lança XTZ 250 Ténéré. Veja fotos do novo modelo.

Yamaha XTZ 250 Ténéré. Nova motocicleta trail já está à venda.

clip_image001

- A XTZ 250 Ténéré já chegou ao mercado. O modelo é a nova arma da Yamaha para concorrer com a Honda XRE 300, motocicleta líder do segmento. Confira abaixo o press release com informações do lançamento. 

- Vitórias nos maiores rallies do Mundo e aptidão para aventuras e viagens são algumas das qualidades herdadas da família Ténéré nessa versão de 250 cc
Press Release

clip_image002

- Em vários países a Yamaha, em sintonia com as necessidades particulares de cada mercado, desenvolve versões de produtos com características locais. Apoiada nessa filosofia global a Yamaha do Brasil criou a nova XTZ 250 Ténéré. Um veículo para ser utilizado no transporte diário, em viagens ou lazer, que oferece autonomia, conforto, economia e qualidade preservando algumas características trail, porém com maior aptidão a grandes aventuras no asfalto. Um modelo para ser utilizado em deslocamentos urbanos e rodovias.
- Para a sua concepção foram aplicados os mesmos conceitos das Yamaha Ténéré 660 e Super Ténéré 1200, mas em uma motocicleta de menores proporções e com um comportamento dinâmico mais voltado ao asfalto.
- A XTZ 250 Ténéré, vista de frente se destaca o bloco ótico com dois multirefletores e lente em policarbonato que abriga duas parábolas com lâmpadas alógenas de 55 Watts. Ambas alojadas em uma semi-carenagem com pára-brisa que oferece proteção do vento, insetos, chuva, linhas de pipa e etc. Esse conjunto frontal integrado ao tanque de combustível e o pára-lamas baixo são responsáveis por um menor consumo de combustível e velocidade final ligeiramente superior as suas irmãs da mesma categoria. 

clip_image003

clip_image004

- O chassi do tipo semi-berço duplo em aço encaixa um tanque de combustível, com capacidade para 16 litros e reserva de 4,5 litros – suficientes, por exemplo, para percorrer a distância Rio/São Paulo sem a necessidade de abastecimento. Sua tampa do tipo abastecimento rápido conta com dreno no bocal eliminando o excesso. A XTZ 250 Ténéré tem autonomia sem igual entre os produtos do mesmo segmento, apresentando características únicas em um mesmo produto, tais como; conforto, proteção aerodinâmica, altura do guidão mais elevado com amortizadores, assento em degrau, alças para a garupa, comandos nos punhos e painel de instrumentos completo, exaltando sua aptidão para viagens.
-0 Seu propulsor como na linha XTZ 250 X e XTZ 250 Lander e também na YS 250 Fazer a tecnologia e know-how utilizados são semelhantes, e igualmente reconhecidos, aos modelos de ultima geração da Yamaha como nas Yamaha YZF-R1 e YZ 450F que fazem uso do pistão forjado e cilindro com revestimento cerâmico com maior resistência e melhor dissipação do calor.
- O funcionamento do motor monocilíndrico, quatro tempos, OHC (Over Head Camshaft) de exatos 249 cc desenvolve 21 cv a 8.000 rpm é gerenciado por um eficiente sistema eletrônico que controla um conjunto de dez diferentes leituras. O coração, a Unidade de Controle Eletrônico (ECU) monitora e analisa as informações de cada sensor e transmite os comandos aos vários sistemas para atender às mais diferentes condições de pilotagem, como por exemplo, o sensor do ângulo de inclinação que é usado para interromper a injeção do combustível quando houver uma inclinação da motocicleta superior a 65 graus, sensores que avaliam a altitude, a temperatura do ar, admissão, etc.. 

clip_image005

clip_image006

- A alimentação por injeção eletrônica (Sistema Yamaha de Injeção Eletrônica), pioneira no Brasil em motores de 250cc, foi concebido a cinco anos o que lhe confere maturidade e comprovadamente robustez e econômia com desempenho coerente a sua proposta, harmonizando respostas rápidas nas arrancadas e em retomadas.
- Engrenagem compensada com mola amortecedora instalada na extremidade direita do eixo balanceador (Balance Engine), engrenagens das cinco marchas reforçadas completam o conjunto.
- A suspensão dianteira reforçada do tipo telescópica tem barras protegidas por uma coifa em borracha e curso de 220 mm, enquanto a traseira monoamortecida tem 200 mm de curso sendo formada pelo braço oscilante e um amortecedor a mola, óleo e gás com regulagem por rosca de fácil acesso e manuseio.
- As rodas com aros em aço 80/90-21 M/C 48S e traseira 120/80-18 M/C 62S levam pneus Pirelli Scorpion, com aplicação mais on-road que off-road com reduzido nível de ruído.
- O painel de instrumentos acomoda um mostrador de Cristal liquido multifuncional com hodômetro total e dois parciais (TRIP-1 e TRIP-2), mais hodômetro do combustível (F-TRIP), indicador do nível de combustível, relógio e tacômetro eletrônico analógico de excelente visualização, além de leds; indicador do neutro, farol alto, luz de direção e alerta do motor. 

clip_image007

clip_image008

- Os freios a disco em ambas as rodas, na frente leva um disco com 245 mm de diâmetro e pinça com dois êmbolos – que teve seu poder de frenagem melhorado pela adoção de uma mangueira mais curta e com malha de cobre em sua extremidade junto ao calíper, e na traseira um disco de 203 mm de diâmetro.
- A XTZ 250 Ténéré é a motocicleta ideal para aqueles que buscam um veículo versátil para o transporte pessoal na cidade e aptidão para aventuras e viagens com o carisma da legenda Ténéré - deserto dos desertos no dialeto Tuaregue.
- Já à venda nas Concessionárias Autorizadas Yamaha ao preço público sugerido posto Manaus, Amazonas, de R$ 12.900,00, na cor branca ou preta.
- As motocicletas Yamaha têm um ano de garantia, sem limite de quilometragem. A Yamaha conta atualmente com uma rede de 550 concessionárias. SAC 2431-6500.
Principais características:
Torque em baixas e médias rotações
Eixo de comando de válvulas
Transmissão (relação de redução primária e secundária)
Caixa do filtro de ar
Motor silencioso
Válvulas com funcionamento silencioso
Corrente de Comando de funcionamento silencioso
Engrenagem compensada com mola amortecedora junto ao eixo balanceador
Carenagem e tanque de combustível colaboram para abafar ruído do propulsor em
funcionamento
Maior durabilidade
Corrente de Comando
Parede do Cilindro revestida com liga de Ni-P
Suspensão dianteira com coifa de proteção das barras
Protetor da pinça do freio traseiro
Baixo custo de manutenção
Bateria selada
Injeção eletrônica
Melhor Pilotagem, mais conforto
Guidão mais alto com amortizados
Assento em degrau amplo e confortável para piloto e garupa, início da área da garupa proporciona apoio lombar para o piloto
Pára-brisas, menos cansaço e proteção – inclusive para linhas de pipas
Amortecedor traseiro com mola, óleo e gás com regulagem por rosca de fácil acesso e manuseio
Economia do Combustível
Injeção eletrônica
Conjunto carenagem, pára-lamas dianteiro, tanque de combustível privilegiaram o consumo em velocidade de cruzeiro
Distância do solo
Com altura mínima do solo de 270 mm e altura de assento a 865 mm, a XTZ 250 Ténéré
foi projetada para enfrentar quaisquer obstáculos
Segurança ativa
Freio a disco de 203 mm de diâmetro na roda traseira
Freio dianteiro de 245 mm com pinça de dois pistões, melhorado pela adoção de uma mangueira em borracha mais curta e com malha de cobre na extremidade
Semi-carenagem com pára-brisas
Atende as Normas de Controle de Emissão de Gases
Sistema de Injeção Eletrônica - funcionamento suave, econômico, fornece a perfeita mistura ar/combustível em todas as faixas de rotação. Alimenta o motor na proporção ideal de mistura em qualquer regime de funcionamento, além de contribuir para o controle
de emissão de poluentes, partida imediata, economia e durabilidade
Catalisadores
PONTOS FORTES – preceitos básicos
Estilo
Conforto
Agilidade
Ciclística
Segurança
Consumo
Velocidade de cruzeiro
PONTOS FORTES - estilo
Design
Esportividade
Porte Maior
Acabamento
Design do tanque de combustível, semi-carenagem com dois faróis e pára-brisas
Disposição dos comandos nos punhos
PONTOS FORTES – funcionalidade ou utilização
Dia a dia
Uso Urbano
Perímetro urbano
Rodovias
Trilhas
Conta ainda
Alças traseiras para a garupa tubular em aço com pontos de amarração
Trava de capacete na lateral traseira à altura média
Tampa do tanque de combustível do tipo abastecimento rápido com dreno no bocal
Guidão mais elevado com amortizador
Tacômetro eletrônico analógico de fácil visualização.

Fonte: MotoX.com.br - Fotos: Divulgação

Motocross: Porto Feliz sedia Paulista de Todo Terreno FMESP.

_ Sexta etapa do campeonato tem novos horários devido a coincidência de data com o segundo turno das eleições. Evento terá início às 11:00h de domingo, dia 31
clip_image002

- O Campeonato Paulista de Todo Terreno, supervisionado pela FMESP (Federação de Motociclismo do Estado de São Paulo) volta para a região de Sorocaba com a disputa da sexta etapa na cidade de Porto Feliz neste final de semana. A pista montada no CEMEQ, recinto de festas que fica as margens da Rodovia Marechal Rondon, consiste em um circuito com obstáculos naturais com extensão de mil e quinhentos metros com características de Enduro de Velocidade e Cross Country. O local conta com total infraestrutura para equipes e público.
- Serão 11 categorias em disputa: MX1, MX2, MX3, MX4, Gold, MXN1, MXN2, MXN3, Júnior e 65cc. O valor da inscrição é de R$ 50,00 que deverá ser feita na secretaria de prova no domingo (31) a partir das 9h30. Devido ao evento ser no mesmo dia do segundo turno das eleições o horário de treinos e prova foi  alterado para que os pilotos possam votar. Os treinos começarão às 11 horas e a primeira largada será às 13 horas.
- A realização e organização do Campeonato Paulista de Todo Terreno é do Vitória Moto Clube e Cross Sport com patrocínio da Pro Tork e Forci Kawasaki. Para mais informações acesse o site oficial do campeonato ou ligue (15) 3327-6761.

Fonte: MotoX.com.br - Foto: Luiz C. Garcia

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Formula 1: Massa acredita que Ferrari pode ganhar os dois títulos.

Brasileiro se diz ansioso para voltar a correr no Brasil.

clip_image002

Massa quer comemorar ao lado de companheiro no Brasil.

- Felipe Massa acredita que, após os bons resultados da Ferrari, a equipe ainda tem chances claras de conquistar o título de ambos os campeonatos, de pilotos e construtores.

- A vitória de Fernando Alonso e o terceiro lugar do brasileiro na Coreia do Sul levou o espanhol à liderança do campeonato, mas no de equipes, a Ferrari ainda ocupa a terceira posição, com 56 pontos a menos que a líder Red Bull.

- As chances da Ferrari em ambos os campeonatos agora parecem muito melhor que antes. Mesmo durante os tempos difíceis, conseguimos melhorar o carro, trabalhando na direção certa e o resultado foi a melhora do F10 a cada corrida.

- Olhando para os campeonatos, ainda é possível para a equipe no de Construtures e Fernando foi para liderança no de Pilotos - disse o brasileiro em seu blog no site da Ferrari.

- Apesar de confiante, Massa apontou que a equipe ainda precisa melhorar nos treinos classificatórios.

- Ainda precisamos trabalhar duro para as duas últimas corridas e, claramente, sabemos que temos que tentar melhorar nosso desempenho nos sábados. A qualificação ainda é nosso ponto fraco, embora tenhamos que levar em conta o quão forte está a volta da Red Bull - analisou.

- Por fim, o piloto disse estar ansioso e confiante para a corrida em casa.

- Ano passado, a Red Bull estava muito forte e venceu a corrida no Brasil, mas de 2006 a 2008 a Ferrari tinha a equipe mais forte, com nosso carro indo muito bem em Interlagos.

-Amo correr aqui (Brasil) e mal posso esperar para ir à pista em frente aos meus fãs - encerrou.

Fonte: LANCEPRESS!

Formula 1: Bruno Senna negocia com a Lotus para o ano que vem.

Piloto está em conversas adiantadas com equipe que teve seu tio.

clip_image002

Bruno Senna pilotou Lotus do tio Ayrton no Japão, este ano.

- As chances de o torcedor brasileiro ver o sobrenome Senna de novo em um carro da Lotus na próxima temporada da Fórmula 1 são grandes. O piloto brasileiro está em negociações muito adiantadas com a equipe que teve o tio Ayrton entre 1985 e 1987, e essa é a sua grande aposta para 2011 após o desastroso ano de estreia na claudicante Hispania.
- Um aspecto ajuda a deixar a negociação entre Senna e Lotus numa boa situação. A equipe está com uma saúde financeira, senão excepcional, muito melhor do que as demais estreantes deste ano, Hispania e Virgin. Portanto, não é imperativo que Senna leve um patrocinador tão gordo assim. Com isso, caso ele mantenha o patrocínio da Embratel deste ano, a tendência é a de um acerto.

- Já para Bruno, o futuro na Lotus evidentemente é muito mais promissor do que se ele permanecesse na Hispania. A equipe espanhola, que atravessa gravíssima crise financeira e pode ser vendida, dificilmente evoluirá em 2011 e já deixou claro que precisa de pilotos com muito patrocínio para sobreviver.

- Já a Lotus tem investidores sólidos, um projetista experiente, Mike Gascoyne, e usará câmbio da Red Bull e motores Renault no ano que vem, oriundos de uma parceria técnica com a equipe líder do Mundial de Construtores deste ano. Claramente, tem um compromisso a longo prazo, ao contrário da Hispania, cujo dono, José Ramon Carabante, quer passar a batata quente adiante.

- Bruno Senna é o nome preferido da direção da equipe por ser considerado promissor, mas outros também negociam com a Lotus, inclusive o atual titular Jarno Trulli, cuja experiência é tida como importante, e pilotos que ainda estão sem vaga. Heikki Kovalainen é o único garantido no ano que vem no time.

- As negociações deverão ser concluídas até o fim de semana da corrida de Abu Dhabi, que encerrará o campeonato no dia 14.

Fonte: Luis Fernando Ramos e Fred Sabino

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Trilha: 1ª Trilha do Galo-Carnaúba dos Dantas-RN / Frei Martinho-PB

clip_image002

No domingo, dia 24 de outubro de 2010, em comemoração a festa da padroeira do Monte do Galo em Carnaúba dos Dantas, foi realizada a 1ª Trilha do Galo, mais uma organização da Free-Eventos.

- A Free-Eventos, partiu de um sonho, virou uma idéia até que, enfim, concretizou-se. Nestes quase seis anos de luta tivemos o prazer de conhecer muitas pessoas, e fazer-mos vários amigos, divulgar as mais emocionantes aventuras e saber sobre uma variedade imensa de modalidades esportivas.
- Tudo isso, movido pela dedicação de esportistas conscientes, que desejam mostrar ao mundo o melhor daquilo que praticam e gostam do evento que organizam, das trilhas aonde vão.

- Pessoas, amigos e empresas especiais, que sempre nos ajudam a fazer esportes quase sem divulgação, mais que sabem da importância de simples gestos, para levar suas paixões ao crescimento e fizeram acontecer a 1ª Trilha do Galo-2010, e, portanto, da história do esporte. Esses amigos são: A Prefeitura Municipal de Carnaúba dos Dantas-RN, Dr. Sérgio, Vereadora Nana, Vereadores Fabinho, Prof. Zé Adenilson e Marfran, Dedé Som, Açougue Central, Sued Life Moda Íntima, Sílvio Contabilidade (Natal) e o Mercadinho Sílvia (Extremoz), alem dos blogs parceiros em eventos: www.carnaubaemfoco.blogspot.com e www.carnaubafotos.blogspot.com, agradecendo também ao Restaurante Recanto Paraibano em Frei Martinho-PB, pelo excelente atendimento aos trilheiros.
FOTOS DA 1ª TRILHA DO GALO 2010.

clip_image006

clip_image008

Saída de Carnaúba dos Dantas-RN, com destino a cidade de Frei Martinho-PB, pela trilha chamada de “Apertado da Hora” (veja as fotos e analise o porquê...)

clip_image010

clip_image012

Começando a subida do “Apertado da Hora”

clip_image014clip_image016

O porquê do “Apertado da Hora”

clip_image018

Não é pose não, e assim mesmo.

clip_image020

clip_image022

Trilheiro é tudo irmão, um ajuda... o outro olha.

clip_image024

Pensou que tinha acabado...

clip_image026

Ô vida aperreada...

clip_image028

Equipe de apoio no estradão, tomando um gagau...

clip_image030

Equipe de Apoio.

clip_image032

Água no Povoado ERMO-CD,

clip_image034

Paradinha ligth.

clip_image036

Socorrendo nosso amigo Lulu Poeirinha.

clip_image038

Nossos Amigos Lulu Poeirinha e BMF, contando lorotas.

clip_image040

Almoço em Frei Martinho-PB (Recanto Paraibano)

clip_image044

Depois do Almoço a galera tem um descansinho.

clip_image046

Chegada em Carnaúba dos Dantas, e comemoração, pelo sucesso dos que foram e pena dos que não foram.

clip_image048

Até a próxima.

Cidade: Carnaúba  dos Dantas-RN
Fotos: Lequinho – Nego - Civanildo Filho

Contatos com a Equipe Free-Eventos:
E-mail: freeeventos@hotmail.com – civanildofilho@hotmail.com
Fone: (84) 8897-7169

domingo, 24 de outubro de 2010

Líder, Alonso segura empolgação e vê "4 ou 5" rivais por título.

clip_image001[4]

Alonso faz festa no pódio, mas acredita que título está longe de definição
Foto: Reuters

Onze pontos à frente do australiano Mark Webber na classificação em função da vitória deste domingo no Grande Prêmio da Coreia do Sul, Fernando Alonso preferiu não se empolgar demais com a situação do campeonato. Bicampeão mundial, o espanhol da Ferrari entende que nada está decidido ainda, já que restam duas etapas (50 pontos) para o final da temporada.

"Um resultado de uma corrida não muda a situação do campeonato. Ainda tem quatro ou cinco concorrentes pelo título", disse. "Com o novo sistema de pontuação, qualquer coisa pode acontecer. Se você não pontua, perde 25 pontos para outro candidato, então tudo continua igual, na verdade".

A corrida não poderia ter sido melhor para Alonso. Depois de largar em terceiro, ele se beneficiou do abandono do segundo colocado Webber, que perdeu o controle de sua Red Bull ao cruzar uma zebra escorregadia e se chocou com a Mercedes de Nico Rosberg, e Sebastian Vettel, que liderava a corrida quando teve o motor de seu carro estourado, a 11 voltas do final.

"Foi uma corrida difícil, com condições extremas na primeira parte, pouca visibilidade. É um circuito novo, onde nunca havíamos corrido. Então procurei me manter na pista, hoje não era o dia de ganhar o campeonato", acrescentou o piloto, ao lembrar que o erro de Webber e o problema de Vettel custaram caro à dupla da Red Bull, neste domingo.

O próximo compromisso do calendário será o GP do Brasil, em 7 de novembro. Curiosamente foi em Interlagos que Alonso se sagrou campeão do mundo nos anos de 2005 e 2006. "Vou tentar continuar constante", limitou-se a concluir o espanhol, que venceu três das últimas quatro etapas.

 

De volta ao pódio, Massa enaltece trabalho de Alonso.
clip_image002[4]

Em 3º, Massa comemora trabalho de equipe da Ferrari na Coreia do Sul
Foto: AP

Após acumular uma oitava colocação (Hungria) e um abandono (Bélgica), o brasileiro Felipe Massa voltou a subir no pódio neste domingo, no Grande Prêmio da Coreia do Sul. A última vez tinha sido em Monza, no dia 19 de setembro. Além de comemorar sua terceira posição, o ferrarista valorizou a corrida de seu companheiro de equipe, o espanhol Fernando Alonso, que se isolou na liderança do Mundial de Pilotos.

"É um resultado muito importante para mim depois de duas corridas sem pontuar. Estou muito feliz por essa posição, para mim e para a equipe, e Fernando fez um ótimo trabalho ao conseguir vencer em uma situação como essa", analisou.

O Grande Prêmio da Coreia do Sul era inédito na Fórmula 1 e foi realizado sob condições climáticas adversas. Devido ao tempo fechado, a pista permaneceu molhada todo o circuito e os pilotos sofreram com a pouca visibilidade.

"Foi uma corrida muito difícil, a visibilidade era muito baixa, tinha muita água. Depois, foi melhorando, mas na última parte sofri muito com os pneus, acabei perdendo contato da roda traseira, e ainda bem que a diferença para o Schumacher era boa. No final, estava muito escuro e, mesmo tendo luzes fortes, estava difícil de ver à frente", afirmou o atleta, que, mesmo fora da briga pelo título individual, contribuiu com a escuderia italiana no Mundial de Construtores.

Os últimos destinos da Fórmula 1 serão no Brasil, no próximo dia 7 de novembro, e nos Emirados Árabes, no dia 14.

 

Webber assume culpa por acidente e diz: "hoje não era meu dia".
clip_image003[4]

Ex-líder lamenta acidente, diz que teve culpa e afirma ter "destruído" corrida de Rosberg
Foto: Reuters

Na madrugada deste domingo, o Mundial de Pilotos da Fórmula 1, restando duas provas para seu encerramento, conheceu um novo líder: o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari. O principal motivo dessa alavancada foi o abandono do australiano Mark Webber, da Red Bull, que, após o Grande Prêmio da Coreia do Sul, admitiu ter realizado uma manobra errada.

Após alcançar um lugar na primeira fila no treino classificatório do sábado, Webber manteve a segunda posição até a volta 19, quando passou por uma zebra escorregadia, perdeu o controle de seu monoposto e de adeus à prova.

"Foi totalmente culpa minha. Coloquei a roda na zebra na saída da curva 12 e foi um momento que passou em câmera lenta. Foi totalmente minha culpa. Hoje não era meu dia", lamentou à televisão britânica BBC.

O erro prejudicou também a corrida do alemão Nico Rosberg, da Mercedes. "O muro, obviamente, era muito próximo e tive alguns danos, e depois eu destruí a corrida de Nico (Rosberg) também", completou.

Apesar de perder a liderança para um bicampeão mundial - Alonso levantou o troféu nas temporadas 2005 e 2006 dentro do cockpit da Renault -, Webber reitera que o Mundial ainda está aberto. Os próximos destinos do circo da Fórmula 1 serão o GP do Brasil e de Abu Dhabi.

"Ele (Mundial) pode mudar muito rapidamente e esse foi meu segundo abandono na temporada, mas ainda há duas corridas pela frente e vou dar o meu melhor", finalizou.

 

Red Bull tem dia trágico com quebra e acidente na Coreia.
clip_image004[4]

Vettel deixa carro após quebra do motor na Coreia

Fonte: esportes.terra.com.br

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Formula 1: Hamilton lidera primeiro treino na Coréia do Sul.

clip_image002

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Operários ainda trabalhavam na arquibancada com Hamilton na pista (Foto: Reuters)

- Numa atividade bem agitada para os padrões das práticas de sexta-feira, o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, foi o mais rápido no primeiro treino livre para o Grande Prêmio da Coreia do Sul, antepenúltima etapa do Mundial de Fórmula 1, no novo e inacabado autódromo de Yeongam.
- No último minuto, o quarto colocado no campeonato cravou 1m40s887 e superou em 0s081 o polonês Robert Kubica, da Renault. Nico Rosberg (Mercedes), Sebastian Vettel (Red Bull) e Jenson Button (McLaren) completaram o grupo dos cinco primeiros. Em relação aos demais candidatos ao título, o líder Mark Webber, da Red Bull, ficou em sétimo, enquanto o vice-líder Fernando Alonso ficou apenas em 15º com sua Ferrari.
- Dos brasileiros, o melhor foi Rubens Barrichello, da Williams, em décimo, dois postos à frente de Felipe Massa, da Ferrari. Bruno Senna, da Hispania, teve uma saída de pista devido à quebra da suspensão traseira esquerda, mas nem chegou a bater. Já Lucas di Grassi, da Virgin, não treinou, substituído pelo belga Jerome D'Ambrosio - o brasileiro estará na pista no segundo treino.
- Como era de se esperar, foi uma prática recheada de escapadas devido à pouca aderência do asfalto, colocado há apenas duas semanas. Entre os muitos que escaparam, destacaram-se Vettel, Alonso, Massa, Kubica, Jarno Trulli e Sakon Yamamoto.
- Além do piso ainda escorregadio, outra curiosidade foi que muitos operários ainda trabalhavam na montagem dos bancos nos setores de arquibancada mesmo com os carros na pista, numa imagem jamais vista na História da Fórmula 1.
- Nas últimas semanas, o GP esteve ameaçado devido ao atraso nas obras do autódromo sul-coreano. Mesmo com acessos longe de estarem prontos e arquibancadas não totalmente montadas, a pista foi aprovada para a 17ª prova do Mundial.
- O segundo treino livre será disputado às 3h (de Brasília) desta sexta.

TEMPOS DO PRIMEIRO TREINO LIVRE EM YEONGAM

1º - Lewis Hamilton (ING) McLaren-Mercedes - 1m40s887
2º - Robert Kubica (POL) Renault - 1m40s968
3º - Nico Rosberg (ALE) Mercedes - 1m41s152
4º - Sebastian Vettel (ALE) Red Bull-Renault - 1m41s371
5º - Jenson Button (ING) McLaren-Mercedes - 1m41s940
6º - Michael Schumacher (ALE) Mercedes - 1m42s022
7º - Mark Webber (AUS) Red Bull-Renault - 1m42s202
8º - Nick Heidfeld (ALE) Sauber-Ferrari - 1m42s293
9º - Nico Hulkenberg (ALE) Williams-Cosworth - 1m42s678
10º - Rubens Barrichello (BRA) Williams-Cosworth - 1m42s883
11º - Vitaly Petrov (RUS) Renault - 1m42s896
12º - Felipe Massa (BRA) Ferrari - 1m43s054
13º - Kamui Kobayashi (JAP) Sauber-Ferrari - 1m43s309
14º - Adrian Sutil (ALE) Force India-Mercedes - 1m43s602
15º - Fernando Alonso (ESP) Ferrari - 1m43s928
16º - Sebastien Buemi (SUI) Toro Rosso-Ferrari - 1m43s940
17º - Vitantonio Liuzzi (ITA) Force India-Mercedes - 1m44s887
18º - Jaime Alguersuari (ESP) Toro Rosso-Ferrari - 1m45s141
19º - Timo Glock (ALE) Virgin-Cosworth - 1m45s588
20º - Heikki Kovalainen (FIN) Lotus-Cosworth - 1m46s613
21º - Jerome D'Ambrosio (BEL) Virgin-Cosworth - 1m47s115
22º - Sakon Yamamoto (JAP) Hispania-Cosworth - 1m50s347
23º - Bruno Senna (BRA) Hispania-Cosworth - 1m50s821
24º - Jarno Trulli (ITA) Lotus-Cosworth - 1m51s701

Fonte: LANCEPRESS!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Kart: Sem Schumi, Desafio das Estrelas terá estréias de Senna e Alguersuari.

clip_image002

Titônio Massa, pai de Felipe, anunciou atrações do Desafio das Estrelas, que terá bateria à noite

- O brasileiro Bruno Senna e o espanhol Jaime Alguersuari são duas das estreias confirmadas para este ano no Desafio das Estrelas, corrida de kart promovido por Felipe Massa em Florianópolis. Campeão em 2007 e 2009, o alemão Michael Schumacher não participará da quinta edição do evento, que acontece de 18 a 20 de dezembro.

- “Fomos obrigados a marcar a prova para o último fim de semana antes do Natal por causa dos conflitos de agenda. - Como havia se comprometido a passar as férias com a família, Schumacher não poderá vir", justificou o pai de Felipe Massa, Titonio. Segundo ele, o heptacampeão da Fórmula 1 já assegurou que estará de volta em 2011.

- Por outro lado, além das primeiras participações Bruno Senna e Alguersuari, o Desafio também contará com a estreia do venezuelano Pastor Maldonado, campeão da GP2 e candidato a uma vaga no grid da Fórmula 1 no ano que vem. O francês Jules Bianchi, também da GP2, é outro que confirmou presença.

- Com o anúncio da adesão de Bruno Senna, o Brasil será representado pelos quatro pilotos que estão defendendo suas cores na atual temporada de Fórmula 1: Massa, Rubens Barrichello e Lucas di Grassi têm participado regularmente do encontro. Entre os nomes confirmados também estão os pilotos da Stock Car, como Cacá e Popó Bueno, Ricardo Maurício, Thiago Camilo e Christian Fittipaldi.

- Os organizadores ainda buscam mais atrações: "Estamos negociando a vinda inédita do Kyle Busch, um dos maiores ídolos da Nascar", afirmou Titonio, acrescentando que o acerto com Hélio Castroneves também está adiantado: "Ele é outro que finalmente deve correr com a gente e engrossar o time da Fórmula Indy ao lado do Tony Kanaan e da Bia Figueiredo."

- Desde que começou a ser realizado em Santa Catarina, o Desafio Internacional das Estrelas só foi vencido pelos pilotos da Fórmula 1:

. Felipe Massa ganhou em 2006,

clip_image004

Rubens Barrichello em 2008

clip_image006

e Michael Schumacher em 2007 e 2009.

clip_image008

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Neste ano, o evento será desmembrado em dois dias de baterias. A primeira corrida será disputada na noite de sábado, com a duração de 25 minutos e transmissão ao vivo pelo SporTV. A segunda foi mantida no domingo pela manhã e será exibida pela TV Globo, com os oito primeiros do grid em posições invertidas em relação à ordem de chegada da véspera. Além da prova, haverá ainda uma banda de rock.

Fonte: UOL Esporte/SP

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Vôlei: Presidente LULA recebe Tricampeões Mundiais.

clip_image001

Durante o evento desta quinta-feira no Palácio do Planalto, o presidente Lula chegou a receber simbolicamente uma das medalhas conquistadas pela seleção brasileira masculina de vôlei. O presidente da CBV, Ary Graça, "emprestou" sua medalha.

clip_image003

clip_image005

clip_image007

O presidente Lula ainda recebeu uma camisa personalizada da seleção brasileira com seu nome e o número 7, que costuma ser usado pelo ponteiro e capitão Giba.

clip_image009

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os cinco jogadores da seleção masculina que participaram do tricampeonato mundial de vôlei na Itália: Marlon, Mário Jr., Leandro Vissotto, Bruninho e Lucão. Também estiveram presentes os presidentes da CBV, Ary Graça, o ministro do esporte, Orlando Silva Jr., o presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, e Renan, campeão mundial com a seleção juvenil.

clip_image010

Durante o encontro com alguns dos jogadores tricampeões mundiais da seleção brasileira masculina de vôlei, o presidente Lula brincou com sua altura ao lado dos "gigantes" Leandro Vissotto (d), de 2,12 m, e do juvenil Renan, de 2,16 m.

Fonte: UOL/Esportes.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

MOTOCROSS - Etapa final cheia de surpresas em Alvorada do Oeste.

clip_image002

- Prestigiado por um público de aproximadamente sete mil pessoas presentes no motódromo Lauro Celeni, em Alvorada do Oeste, aconteceu no último fim de semana a oitava e última etapa do Campeonato Rondoniense de Motocross 2010. Na prova que aconteceu sem o warm-up, devido as fortes chuvas que caíram na região na manhã de domingo, deixando a pista bastante encharcada, a corrida foi cheia de imprevistos, como quatro desclassificação de pilotos, problema mecânico que tirou a liderança de Hugo Amaral # 57 (Mastter Moto) e a confirmação do título de campeão da temporada para os pilotos Victor Carlos o “Vitim” # 4 (MegaBom Sorvetes/Ciclo Cairu/Horse Power) e Marco Túlio # 1 (Rondomotos/Banco BMG?Alicate Veículos/Post), nas categorias Força Livre/Nacional e MX2 respectivamente. Nidval Amaral surpreendeu e após anos sem conquistas, faturou dois títulos na temporada o de MX Estreante s da MX3. Na oportunidade, Marco Túlio também conquistou o título de campeão regional de Motocross 2010.

- Vitinho vence, mas Val Amaral é campeão da MX Estreantes

clip_image004

- Abrindo as disputas da etapa final do Estadual 2010 de Motocross, a categoria MX Estreantes levou a pista quatro pilotos brigando diretamente pelo título de campeão. Líder do campeão com 123 pontos, o piloto Nidval Amaral # 10 (Kart Indoor/Rical/Arroz Primavera), de Ji-Paraná foi para a disputa tentando administrar a vantagem que era de cinco pontos para o vice líder Arthur Gabriel # 717 (Lojas Graúna/Honda Moto Peças), de Ouro Preto do Oeste e de oito pontos para Vitor Ferreira # 43 ( Prefeito Pastório/Lavador do Guigui), de São Miguel do Guaporé. Vitinho largou bem e abriu vantagem, enquanto Arthur Gabriel tentava chegar a dianteira, mas teve problemas na  sua máquina e por receber ajuda da equipe na pista, acabou desclassificado. Mesmo não largando bem, o líder Val Amaral soube administrar, fazendo uma prova técnica e terminando na terceira posição, o suficiente para garantir a conquista do título de campeão da categoria.

- Diego Henning passeio na pista e vence mais uma na 85cc

clip_image006

- Com o título de campeão da categoria 85cc já garantido na etapa anterior, o piloto Diego Henning # 191 (Mastter Moto / Honda do Brasil / Alfa Casa e Construção / Saga Veículos / IMS equipamentos), veio para a prova tranqüilo, mas não quis decepcionar o público presente, fazendo uma corrida em ritmo bastante forte, garanto uma ampla vantagem para o segundo colocado Eduardo Alecrim # 7 (Galegos Moto/Motocross Peças). Lucas Belém, que brigava pela vice liderança da categoria, acabou desclassificado por receber ajuda na pista. Com mais esta vitória garantida, Diego Henning confirmou a oitava vitória consecutiva na temporada. Concorrente direto de Henning na categoria, o piloto Gabriel Caiam # 99, que fraturou a perna nos treinos antes da etapa de Jaru, assistiu a prova de camarote, mas torcendo por uma boa apresentação dos companheiros de pista.

- Lucas Belém confirma hegemonia na categoria 65cc

clip_image008

- Entre os pilotos da categoria 65cc, com os iniciantes que estão uma faixa etária dos 6 aos 11 anos, o pequeno e aguerrido Lucas Belém # 444 novamente não tomou conhecimentos dos seus adversários, e mesmo não tendo largado bem, ainda nas primeiras voltas recuperou a ponta para se manter até a bandeirada final. O piloto da cidade de Vilhena venceu as oitos provas da temporada em sua categoria e ao lado de Diego Henning foram os únicos a garantir os 100% de aproveitamentos em suas respectivas categorias. Mateus Zilli # 17, de VIlhena, Leandro da Silva # 171 de Buritis, Mateus Euclides # 71, de Porto Velho e Igor Vasconcelos # 172, de Buritis completaram o pódio da categoria mirim.

- Evandro vence duelo entre os pilotos da MX3

clip_image010

- Correndo junto aos pilotos da categoria top (MX2), os participantes da MX3, para pilotos acima dos 35 anos, a disputa mais uma vez foi acirrada entre os pilotos Jean Carlos # 81 (Galegos Motos/Mastter Moto), Elias Marinho # 959 (Champion Motos/Ciclo Cairu), Evandro Bucioli # 27 (Menzelub/Saara Combustível/Capacetes Mixs), Itamar Tadeu # 77 (ITF Multimarcas) Nidval Amaral # 10, com a vitória de Evandro Bucioli, a segunda consecutiva. Os cinco pilotos foram a pista motivados também pela briga pelo título da temporada. Com a quarta posição conquistada no pódio, Nidval Amaral foi o mais regular ao longo do campeonato e faturou o título de campeão 2010 da MX3. A prova foi vencida por Evandro, que mesmo ficando fora por duas provas, terminou na vice liderança.

- Vitim supera Ferrari e conquista título na Força Livre

clip_image012

- Na categoria com o maior número de motos na pista, a Força Livre/Nacional foi também que chegou a etapa final com a disputa mais equilibrada com Diego Ferrari # 961 (Decar Auto Peças/Kinutri) e Victor Carlos # 4 empatados com 268 pontos cada. João Roberto Chagas # 39 (Chagas Madeiras/Farmácia Brasil/Dr-AM), vinha em terceiro colocado com 240 pontos, mais ainda na disputa pelo título. A primeira bateria começou com Vitim largando na ponta e abrindo boa vantagem para os demais concorrentes. Diego Ferrari que também precisava da vitória, largou mal, ficando atrás dos seis primeiros e teve dificuldades para ganhar posições. João Roberto ainda acreditando na briga, largou em terceiro, mas logo passou por Talles Rodrigues # 23 (Rondomotos) e passou a perseguir de perto o líder Vitim mas sem sucesso.

clip_image014

- Já na segunda bateria, com a boa vantagem adquirida na primeira bateria, Vitim largou sem muita pressão, enquanto João Chagas largou com liberdade e abriu distancia para os demais. Diego Ferrari foi mais feliz e largou em segundo, mas Vitim não desgrudou do adversário, matendo-se na cola para garantir a conquista do título com 313 pontos, sete a frente do concorrente Diego Ferrari. Com a primeira colocação garantida na prova, João Chagas manteve a terceira posição no campeonato. Talles terminou a temporada em quarto lugar e Walcenir Montes, o “Leitão” # 102 (Retifica Retima/Cometa MotoNorte), em quinto colocado. A prova marcou também o retorno as pistas do piloto Felipe Carvalho # 112 (Menzelub), de Rolim de Moura, que era tido como a grande promessa, mas estava afastado desde a primeira etapa em Porto Velho.

- Sorte sorri para Marco Túlio que faturo título da MX2

- O azar de um representa a sorte de outro. O ditado popular marcou a etapa final do Campeonato Rondoniense de Motocross  2010, que chegou para a última etapa com três pilotos brigando pelo título, porém com Hugo Amaral em vantagem sobre o vice líder Marco Túlio e o terceiro colocado Cesar Zamboni # 981 (Mastter Motos/MCR/Prefeitura de Juina). a primeira bateria largou com Marco Túlio assumindo a ponto, com Zamboni na sua cola, ambos imprimindo um ritmo bastante forte. Com problema de embreagem, o líder Hugo Amaral não largou bem e a cada volta sua moto rendia menos. Os esforços para manter o ritmo foram tamanhos, que o piloto acabou desmaiando e ficando de fora da disputa. Marcou Túlio manteve-se a frente até nas voltas finais, embolou com Aparício Paixão # 723 (Mastter Moto) e caiu, perdendo a primeira posição para Zamboni.

clip_image016

- Na bateria final, Hugo Amaral volta em seu ritmo e larga na ponta para fazer uma corrida forte, vencendo de ponta a ponta. Cesar Zamboni chegou em segundo e Marco Túlio, apenas administrando a vantagem adquirida na bateria inicial, garantiu a terceira posição, com Cândido Chagas $ 93 (Sicoob/Menzelub/Canapus Motos/Farol), na quarta colocação e Diego Henning em quinto. Com os resultados obtidos e o fato de Hugo não ter pontuado na primeira bateria, Marco Túlio terminou a temporada na frente com 340 pontos, contra 333 de Hugo Amaral. Apesar de ter vencido sete das 16 baterias disputadas na temporada, Hugo foi superado pelo adversário que venceu apenas duas, mas garantiu a melhor média na temporada.

clip_image018

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Para o presidente da Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR, empresário Reinaldo Selhorst, o MotoCross de Rondônia mais uma vez mostrou que é um dos campeonatos mãos fortes, com disputas fortes e equilibradas. Selhorst enalteceu ainda o empenho dos pilotos e equipes, assim como das parcerias conquistadas, garantindo o evento com grande estrutura, como arquibancada móvel, camarote coberto, entre outros. “Todos estes confortos e estruturas adquiridas são benefícios garantidos graças as emendas de parceiros como o senador Valdir Raupp, deputada federal Marinha Raupp e deputado federal Natan Donadon”, lembrou Reinaldo.

- A realização da 8ª Etapa do estadual de Motocross aconteceu numa parceria da FMR com a Prefeitura de Alvorada do Oeste, Cometa MotoNorte (Arnaldo Pereira), apoio Ministério do Esporte, Petrobras, Eletrobras, senador Valdir Raupp, senador Acir Gurgacz, deputado federal Natan Donadon, deputada federal Marinha Raupp, MegaBom Sorvetes, Cairu Transportes, Lind’ Água, Castilhos Estruturas Metálicas, Ciclo Cairu e Honda.

- Resultados final da 8ª Etapa do Estadual de Motocross

65cc

1ª - # 444 – Lucas Belém – Vilhena

2° - # 17 – Mateus Zilli – Vilhena

3° - # 171 – Leandro da Silva – Buritis

4° - # 71 – Mateus Euclides – Porto Velho

5° - # 172 – Igor Vasconcelos – Buritis

85cc

1° - # 191 – Diego Henning – Porto Velho

2° - # 7 - Eduardo Alecrim – Porto Velho

3° - # 17 - Mateus Zilli – Vilhena

4° - # 171 – Leandro da Silva - Buritis

5° - # 70 – Leonardo Kunranth - Ariquemes

MX Estreantes

1° - # 43 – Vitor Ferreira – São Miguel do Guaporé

2° - # 22 - Jacson Bernardino – Vilhena

3° - # 77 - Itamar Tadeu – Cacoal

4° - # 10 – Nidval Amaral – Ji-Paraná

5° - # 161 – Gustavo Garcia – Manaus-AM

MX3

1° - # 27 – Evandro Bucioli – Rolim de Moura

2° - # 959 – Elias Marinho – Porto Velho

3° - # 81 - Jean Carlos – Porto Velho

4° - # 10 – Nidval Amaral – Ji-Paraná

5° - # 77- Itamar Tadeu – Cacoal

Força Livre/Nacional

1° - # 39 – João Roberto Chagas – Santa Luzia

2° - # 4 – Victor Carlos – Cacoal

3° - # 961 – Diego Ferrari – Espigão do Oeste

4° - # 112 – Felipe Carvalho – Rolim de Moura

5° - # 23 – Talles Rodrigues – Ariquemes

MX2 Importadas

1° - # 981 – Cesar Zamboni – Alvorada do Oeste

2° - # 1 Marco Túlio – Ariquemes

3° - # 93 – Cândido Chagas – Rolim de Moura

4° - 22 Jacson Bernardino – Vilhena

5° - 111 – Rodrigo Mezzomo - Ariquemes

Resultados final do Campeonato Estadual 2010 de Motocross

65cc

1ª - # 444 – Lucas Belém – Vilhena  - 200 pontos

2° - # 17 – Mateus Zilli – Vilhena – 150 pontos

3° - # 71 – Mateus Euclides – Porto Velho – 140 pontos

4° - # 171 – Leandro da Silva – Buritis – 110 pontos

5° - # 172 – Igor Vasconcelos – Buritis – 86 pontos

85cc

1° - # 191 – Diego Henning – Porto Velho – 200 pontos

2° - # 444 – Lucas Belém – 134 pontos

3° - # 99 – Gabriel Caiam – Jaru – 125 pontos

4° - # 17 - Mateus Zilli – Vilhena – 120 pontos

5° - # 7 – Eduardo Alecrim – Porto Velho - - 104 pontos

MX Estreantes

1° - # 10 – Nidval Amaral – JI-Paraná – 143 pontos

2° - # 43 – Vitor Ferreira – São Miguel do Guaporé – 140 pontos

3° - # 77 - Itamar Tadeu – Cacoal – 127 pontos

4° - # 81 - Mailson Evandro – Porto Velho – 127 pontos

5° - # 717 - Arthur Gabriel – Ouro Preto do Oeste – 118 pontos

MX3

1° - # 10 - Nidval Amaral – Ji-Paraná – 291 pontos

2° - # 27 – Evandro Bucioli – Rolim de Moura – 281 pontos

3° - # 81 - Jean Carlos – Porto Velho – 279 pontos

4° - # 77 – Itamar Tadeu – Cacoal – 250 pontos

5° - # 959 – Elias Marinho – Porto Velho – 244 pontos

Força Livre/Nacional

1° - # 4 – Victor Carlos – Cacoal – 313 pontos

2° - # 961 – Diego Ferrari – Espigão do Oeste – 306 pontos

3° - # 39 – João Roberto Chagas – Santa Luzia – 287 pontos

4° - # - 23 – Talles Rodrigues – Ariquemes – 245 pontos

5° - # 102 – Walcenir “Leitão” Montes – Rolim de Moura – 239 pontos

MX2 Importadas

1° - # 1 – Marco Túlio – Ariquemes – 340 pontos

2° - # 57 – Hugo Amaral – Porto Velho – 333 pontos

3° - # 981 – Cesar Zamboni – Porto Velho – 321 pontos

4° - 191 – Diego Henning – Porto Velho 195 pontos

5° - 103 – Alberto “Brizola” Maschio – P. Bueno – 182 pontos

Fonte: Jornal Eletrônico/Rondoniaaovivo

Outras Matérias:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...