quarta-feira, 20 de junho de 2012

O que acontece com a coluna após um acidente?

Qualquer fratura envolvendo pescoço, coluna vertebral e cervical é perigosa. Isso por causa do potencial que existe para causar invalidez permanente. A coluna possui vertebras, onde trinta e três ossos arredondados e planos protegem a medula espinhal. Todo esse agrupamento envia mensagens nervosas para todas as partes do corpo. Acidentes que causam a separação de um pedaço minúsculo de algum desses ossos isola a medula do cérebro. Por isso há uma paralisia total do ponto da fratura até o final da coluna.Tenha como base o desenho abaixo e escolha um ponto de fratura para isolar do resto do corpo e você terá um exemplo do que eu estou falando.


Fique atento! Qualquer acidente que faça alguma pressão excessiva no seu pescoço ou na sua coluna poderá resultar em uma fratura. Além de acidentes com carros, escada, mergulho ou trombadas, vamos focar nos acidentes de MOTO.
Vamos ver algumas indicações para você saber se o acidentado pode ter alguma fratura de pescoço ou coluna:
- Cabeça ou pescoço em posição estranha;
- Braços, pernas ou outras partes do corpo adormecidas ou paralisadas;
- Dores no pescoço ou na coluna
Os manuais da auto escola dizem que a melhor coisa a fazer é chamar ajuda e não tocar no paciente até que chegue um profissional gabaritado para fazer todo o procedimento padrão.
Quando há um acidente de moto, ao cair as lesões se instalam no plexo branquial, nervos que saem da coluna cervical e dão sensibilidade e força aos braços. Já os acidentes que envolvem carro, as pessoas usam cinto de segurança de duas pontas, portanto estão mais expostas a lesões torácicas. Pois o cinto não impede que a pessoa seja jogada para frente e para traz numa colisão. E quem cai sentado é mais comum ter lesões lombares. Infelizmente, as lesões na coluna cervical ocorrem com mais frequência e são as mais perigosas. Não há como mexer as pernas e em alguns casos não há nem como mexer a mão e os braços. Lesões na coluna cervical, pouco acima da 6ª vértebra, deixam a pessoa tetraplégica, e acima da C4 interrompem a respiração e a pessoa para de respirar na mesma hora.
Hoje, várias medidas estão sendo tomadas para diminuir o impacto de um acidente. Tais como: airbag para motociclistas, colete para a coluna, capacetes articulados, etc. Mas não podemos esquecer que o principal motivo dos acidentes está na educação no trânsito.
Fonte: Danilo Galvão/Best Riders

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Outras Matérias:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...