segunda-feira, 2 de julho de 2012

Ford Ranger: Com inédita versão flex, chega a partir de R$ 61,9 mil.

Ford Ranger chega à 3ª geração completamente renovada (Foto: Divulgação)Motor bicombustível rende até 173 cv e diesel de 200 cv desbanca rivais. Produto global, picape será vendida em 180 países. A Ford apresenta neste domingo em Salta, na Argentina, a segunda geração da Ranger, primeira picape média a estrear no mercado brasileiro e que, desde 1994 (veja a linha do tempo ao fim da reportagem), sobrevive de reestilizações, atualizações na motorização e versões especiais. O utilitário é marcado, além do novo visual, pelo inédito motor flex e o diesel de 200 cv, que torna a picape a mais potente da categoria. Confira os preços da Ford Ranger 2013.

XLS 2.5 flex CS: R$ 61,9 mil
XLS 2.5 flex CD: R$ 67,6 mil
XLT 2.5 flex CD: R$ 75,5 mil
Limited 2.5 flex CD: R$ 87,5 mil
XLS 3.2 diesel CS: R$ 97,9 mil
XLS 3.2 diesel CD: R$ 106,9 mil
XLT 3.2 diesel CD: R$ 114,9 mil
XLT 3.2 diesel CD automática: R$ 120,4 mil
Limited 3.2 diesel CD automática: R$ 130,9 mil

 
Ford Ranger chega à 3ª geração completamente renovada (Foto: Divulgação)
A Ford ainda oferece uma opção com motor 2.2 a diesel, na versão XL, exclusiva para frotistas (sem preços revelados).
VersõesNa configuração XLS, a Ranger é equipada com direção hidráulica, ar-condicionado, travas, retrovisores e vidros elétricos (com função “um toque” para o motorista), computador de bordo, coluna da direção regulável apenas em altura, CD player com MP3 e tela colorida de 4,2 polegadas, rodas de liga leve de 16 polegadas e ABS com EBD – na versão cabine dupla movida a diesel, adiciona-se airbags frontais e faróis de neblina.
Opções de motores vão do 2.5 flex, de 173 cv, ao 3.2 diesel, de 200 cv (Foto: Divulgação)Opções de motores vão do 2.5 flex, de 173 cv, ao 3.2 diesel, de 200 cv (Foto: Divulgação)
A XLT se destaca por acrescentar a tais itens ar-condicionado digital dual zone, controle de estabilidade (ESP), Bluetooth no rádio, sensor de estacionamento, piloto automático, vidros elétricos com acionamento a um toque para todos e sistema antiesmagamento, volante multifuncional, bancos com ajuste de altura e lombar, rodas de liga leve de 17 polegadas, estribos laterais e detalhes cromados.
Versão XLT traz volante multifuncional (Foto: Divulgação)Versão XLT traz volante multifuncional (Foto: Divulgação)
Por fim, a Limited tem como diferenciais airbags laterais e de cortina, GPS, câmera traseira, sensor de chuva, acendimento automático de faróis, bancos de couro, banco do motorista com ajuste elétrico em oito direções, santantônio esportivo, compartimento refrigerado, bagageiro no teto e retrovisores externos dobráveis eletricamente com piscas e luz de cortesia integrados.
Motores
Fonte de críticas à Ranger até então, a ausência do motor flex foi solucionada com o bloco Duratec 2.5 16V, de 168 cavalos de potência com gasolina (e torque de 24,1 kgfm) e 173 cv abastecido com álcool (e torque de 24,8 kgfm) – seu câmbio é sempre manual, de cinco marchas.

Ford Ranger 2013 (Foto: Divulgação) 
Ford Ranger 2013 (Foto: Divulgação)
A opção a diesel fica por conta do Duratorq 3.2 20V, de cinco cilindros em linha, 200 cv e 47,9 kgfm de torque, com câmbio manual ou automático – nos dois casos com seis marchas.
One Ford
A nova Ranger faz parte da estratégia, batizada de One Ford, de oferecer mundialmente o mesmo veículo. Produzida na Argentina (que abastece o mercado brasileiro), na Tailândia e na África do Sul, a picape será comercializada em 180 países. A nova geração foi vista pela primeira vez no Salão da Austrália, em 2010, e, na América do Sul, no Salão de Buenos Aires, há um ano.

linha do tempo Ranger (Foto: Arte G1)Fonte: G1-Rodrigo Mora De Salta, Argentina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Outras Matérias:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...