quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Primeiras impressões: Renault Sandero Privilège 1.6 8V.

Renault Sandero linha 2013 (Foto: Divulgação)
 Qualquer eleição – oficial ou informal, numa conversa entre amigos – sobre qual será o principal lançamento de 2012 provavelmente terá como principais candidatos os compactos Chevrolet Onix e Hyundai HB20, que chegarão nos próximos meses. Contra eles, a Renault atuará com o Sandero 2013 dotado de alguns cavalos a mais no motor, uma "pseudo versão esportiva" e opções de entrada mais equipadas. É muito pouco diante dos rivais.
Essas novidades na linha foram apresentadas na última sexta-feria (24), em Curitiba. Sem alterações visuais, a mudança mais significativa, também aplicada ao sedã Logan, é o retrabalho no motor 1.6 8V, que deixa de atender por Hi-Torque e passa a chamar Hi-Power.
Segundo a Renault, foram 36 meses de trabalho, 7 mil horas de ensaios em laboratório, 12 alterações técnicas, 51 novas peças e 40 protótipos testados, que resultaram em uma taxa de compressão de 12:1, ante a antiga 9,5:1 do Hi-Torque.
Concorrentes Sandero - VALE ESTE (Foto: Editoria de Arte/G1)
Traduzindo, significa que a potência com tanque cheio de gasolina cresceu de 92 para 98 cavalos, enquanto com álcool o salto é de 95 para 106 cv. Quanto ao torque, os 14,5 kgfm com gasolina foram mantidos, enquanto que, com etanol, houve aumento de 7%, chegando a 15,5 kgfm. Por fim, houve intervenções no câmbio, que teve suas relações “ligeiramente modificadas”, segundo a montadora. Dados a Renault apontam para uma economia de combustível de até 6,9%.
Renault Sandero linha 2013 (Foto: Divulgação)Renault Sandero não recebeu modificações estéticas na linha 2013 (Foto: Divulgação)
Outra novidade é a versão "esportiva" GT Line, apresentada pela 1ª vez em 2010, mas apenas como edição limitada. Ela volta como opção definitiva, mas mantém a receita: visual externo diferenciado (rodas e para-choque exclusivos, faróis com máscara negra, adesivos laterais, spoiler traseiro e lanternas escurecidas) e interior redecorado, com painel de instrumentos exibindo conta-giros com fundo branco, bancos com novo padrão e cintos de segurança tingidos de vermelho, cor que se repete nas costuras. Deve responde por 7% das vendas, estima a Renault.
Versão esportiva GT Line deverá ter 7% das vendas do Sandero (Foto: Divulgação)Versão esportiva GT Line deverá ter 7% das vendas do Sandero (Foto: Divulgação)
Preços da linha 2013Segundo Gustavo Schmidt, vice-presidente comercial da Renault, a linha 2013 está 1% mais cara devido ao incremento de equipamentos nas versões de entrada. Veja os preços:
- Authentique 1.0 16V Hi-Flex: ar quente, desembaçador traseiro e limpador de vidro traseiro: R$ 27.030;

- Expression 1.0 16V Hi-Flex:ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, farol de neblina, computador de bordo e alarme: R$ 32.610;

- Expression 1.6 8V Hi Power: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, farol de neblina, computador de bordo e alarme: R$ 35.930;

- Privilége 1.6 8V Hi Power: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, farol de neblina, computador de bordo, retrovisores externos com acionamento elétrico, rodas de liga leve e rádio CD Player 2DIN com comando satélite na coluna de direção: R$ 38.470;
- Privilége 1. 6 16V Hi Flex com câmbio automático: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, farol de neblina, computador de bordo, retrovisores externos com acionamento elétrico, rodas de liga leve e rádio CD Player 2DIN com comando satélite na coluna de direção: R$ 41.750;

- GT Line 1.6 8V Hi Power:
para-choques exclusivos, faróis com máscara negra, novas rodas de 15”, adesivo nas portas dianteiras, lanteras traseiras escurecidas, aerofólio na cor preto brilhante, adesivo GT Line na traseira e acabamento interno esportivo), além do freios ABS, air bag dulo, ar condicionado, direção hidráulica, rádio CD Player 2 DIN e computador de bordo: R$ 38.470
- Stepway 1.6 8V: R$ 40.660

- Stepway 1.6 16V Automático: R$ 44.870

- Stepway 1.6 16V Série Limitada RIP CURL: R$ 41.150
A Renault avisa que repassará integralmente a taxação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), caso o governo não prorrogue os descontos vigentes: o prazo termina no próximo dia 31. Dessa forma, os preços subirão conforme a alíquota de cada modelo.
Curitiba – São Paulo
O G1 testou a versão Privilège com o motor 1.6 8V por cerca de 450 km entre Curitiba e São Paulo, na rodovia Régis Bittencourt, com sequencias de curvas de média e alta velocidade, além de retas longas, convidativa para quem gostar de dirigir. No entanto, em nenhum momento o Sandero se mostrou um carro desejável para essa situação: embora tenha melhorado no uso urbano, o motor 8V ainda é fraco para garantir conforto numa viagem – ainda mais tão longa. Há constante esforço para manter velocidades de cruzeiro, o barulho incomoda e faz falta de um câmbio mais instigante e preciso.
Sandero não recebeu modificações internas na linha 2013 (Foto: Divulgação)Sandero não recebeu modificações internas na linha 2013 (Foto: Divulgação)
A estabilidade é razoável, embora leve algumas curvas até que o condutor descubra até onde pode chegar com segurança. A posição de guiar continua sendo um ponto positivo no hatch, com o pedal da embreagem bem afastado do do freio – condição rara entre os carros da categoria. O espaço interno farto também é outro trunfo: quem vai atrás não precisa implorar para os ocupantes à frente afastarem seus bancos.
Também foi possível testar a versão Stepway 2013 com câmbio automático pelo perímetro urbano de Curitiba. A conclusão é que a vantagem de oferecer tal transmissão não faz do Sandero uma opção necessariamente mais atraente. Com apenas quatro marchas, o câmbio é indeciso sobre qual usar – e, quando enfim escolhe uma, é brusco na troca. Não há acordo com o bom motor 1.6 16V, de 107/112 cv. Por outro lado, há bom acerto da suspensão, que, pela altura, absorve a contento buracos e imperfeições do piso.
ConclusãoCom poucas mudanças, o Sandero enfrentará bombardeio pesado neste ano. Enquanto Volkswagen Gol e Fiat Palio – outros potenciais rivais do Sandero recém-atualizados – passaram por sensíveis mudanças estéticas, o hatch francês não teve uma vírgula do seu design alterada.
O HB20 terá um moderno motor de 3 cilindros, ao passo que o francês só ganhou alguns cavalos. Já o Toyota Etios promete lista de equipamentos mais generosa – no Sandero apenas reconfigurou-se as ofertas de entrada. Isso sem falar no impacto que promete ser o Chevrolet Onix, que vai substituir o Corsa.
Schmidt, vice-presidente comercial, no entanto, diz que a Renault está atenta à movimentação do mercado e preparada para a chegada dos próximos lançamentos. Como, não se sabe.
Fonte: Rodrigo Mora/G1Curitiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Outras Matérias:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...