domingo, 13 de janeiro de 2013

Indústria automotiva da Argentina tem queda de 7,8% em 2012.


Indústria automotiva da Argentina tem queda de 7,8% em 2012 Ano de ajustes no contexto local e internacional, e baixa demanda do Brasil fazem produção de carros cair no país vizinho. A indústria automotiva da Argentina registrou uma queda na produção de carros durante o ano de 2012. Segundo dados da Associação de Fabricantes de Automóveis da Argentina – ADAFE –, no acumulado de janeiro a dezembro, o setor fabricou 764.495 unidades.
Esse número é 7,8% menor que o atingido em 2011, quando 828.771 veículos saíram das linhas de montagem. O volume final ficou bem abaixo das previsões do começo do ano onde se estimava a produção de 900 mil veículos.
O percentual de carros exportados também caiu. Com a baixa demanda do mercado brasileiro e de outros países afetados pela crise internacional, as exportações somaram 413.472 carros, o que registrou uma queda de quase 20% em relação a 2011. A Argentina exporta mais da metade de sua produção local de automóveis e cerca de 85% se destina ao Brasil.
Cristiano Rattazzi, presidente da ADEFA, disse que 2012 foi um ano de ajustes no contexto local e internacional para indústria automotiva argentina, mas mostra otimismo com o futuro. "O desafio para 2013 é atingir um maior nível de atividade industrial, continuar a expansão, através do desenvolvimento e criação de novos fornecedores, o mercado de autopeças, e otimizar os processos industriais e de logística para melhorar a competitividade do setor", afirma Ratazzi.
Esses fatores fazem as previsões para 2013 serem bastante otimistas. Estima-se que 830 mil carros sejam produzidos, assim como 500 mil exportados e 850 mil comercializados.
Acompanhando o desenvolvimento de fornecedores locais, outro desafio é a relação comercial com o Brasil e da abertura de novos mercados. "Temos de continuar a trabalhar, como de costume, entre o setor público e privado com o Brasil, a fim de estabelecer as condições do novo setor acordo comercial que deve entrar em vigor a partir de junho de 2013 e na negociação para a abertura de novos mercados regionais, particularmente na Colômbia, Venezuela e Equador”, completou.
FONTE: Megautos-Argentina/MotorDream

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Outras Matérias:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...